quarta-feira, 21 de julho de 2010

Sumi de novo...mas continuo firme e forte em minha vida de dona de casa! Aliás, ando até me arriscando no artesanato, acreditam???rs Mas isso é outra história.


Tava aqui, de bobeira, num momento de ócio no trabalho, e entrei no blog, pra matar a saudade...rs (cara de paaaauuuu), e aí me dei conta que vcs nem sabem que eu tenho uma nova filha-gata, que me enche de alegrias e problemas também! hahahaha


Ela foi abandonada bem filhotinha aqui na porta do meu escritório, por um bando de bolivianos desalmados, jogaram ela na floreira, sem dó nem piedade. Quando meu irmão me contou, não tive duvidas, fui lá e trouxe ela pra dentro. Uma pretinha sem vergonha, miavaaaa...e mia até hoje!rs

Cheguei a pensar em levá-la para a ONG, onde adotei minha Amélie. A querida Tatis até cuidou dela pra mim uns dias, que eu ia viajar, e a castrou. Mas a Amelizinha adotou a pequena felina de uma forma, que acabamos adotando ela também!

Seu nome é Mia Pitanga, deve ter uns 8 meses, chegou bem magrinha e feinha em casa, e hoje já tem até barriguinha, e é um doce furacão. Tudo que minha filha mais velha nunca aprontou, essa apronta. Sobe em tudo, derruba coisas, come tudo que der sopa...mas a alegria que nos proporciona é bem maior que qualquer trabalho que ela dê. E o amor que existe entre minhas duas filhotas é tão lindo, tão enorme, que nunca presenciei em humano nenhum.

O amor mais simples, puro e verdadeiro que eu já vi em minha vida!


E elas também são os grandes amores de nossas vidas! Nem sei mais viver sem minhas pequenas! Não tem mal humor, estresse, TPM, tristeza...nada que elas não resolvam. Seja com suas brincadeiras, com seu carinho, seu olhar...


Meu maior presente!

Doem amor e ganhem em dobro, eu garanto!

sábado, 17 de abril de 2010

Iscas de Mignon ao Molho Madeira



Dia 12 de Abril meu maridão completou mais um ano de vida, e apesar de ser em plena segundona, eu quis fazer uma jantinha bem especial pra ele, pra gente...Como ele gosta MUITO de carne, fui no Rainhas do Lar, minha salvação de sempre, e peguei essa receitinha MARA!

Eu tava com medo de errar porque não ando acertando das carnes, mas essa...ai, ai, ai, a Katita arrasou na receita porque ficou simplesmente PERFEITO! Isso porque eu nem consegui comprar Mignon, e fui de lindos pedaços de alcatra. De resto, segui a risca a receita, e...quer aprender? vamos a receita então:

Ingredientes: (receita para 4 pessoas)

* Aproximadamente 800g de filé mignon (ou outro bom corte, como eu disse usei alcatra e ficou ultra macio e saboroso, e é mais em conta tb);
* Sal e pimenta do reino a gosto;
* 1/2 cebola ralada;
* 1 colher (sopa) de manteiga ou margarina;
* 1 colher rasa (sobremesa) de açúcar mascavo;
* Aproximadamente 6 colheres (sopa) de molho inglês;
* 1/2 xícara de vinho tinto seco de sua preferência;
* 1 colher (sopa) rasa de farinha de trigo;
* 1 xícara de caldo de carne (pode ser de tablete ou caseiro, usei tablete mesmo);
(A salsinha e cebolinha na foto, foi por minha conta, eu adoro o sabor e fica bonito!)


Modo de Preparo:

Corte a carne em tirinhas. Tempere com sal e pimenta do reino moídos na hora e deixe descansar por pelo menos 30 minutos. Passada a meia horinha, passe as iscas em farinha de trigo e frite em óleo quente. (eu misturei azeite e óleo, e a quantidade não precisa ser muito grande não, que nem usamos pra fritar batata, por exemplo, manjou?). Reserve as iscas fritas.

Para o molho, use a panela queimadinha onde fritou as iscas (esse é um dos segredos para o molho) para dourar a cebola ralada ou bem picadinha na manteiga.

Quando dourar, abaixe o fogo, junte o açúcar mascavo (que, segundo a autora da receita, vai equilibrar a acidez do molho inglês e também vai escurecer o molho), o molho inglês, e misture bem.

Agora junte algo em torno o vinho tinto seco e deixe evaporar; dissolva a farinha de trigo no caldo de carne (lembrando de deicar o caldo mais frio, para a farinha não empelotar, blz?), e vá juntando aos poucos na panela; Agora é só acertar o sal, se preciso for, e encontrar o ponto acrescendo mais caldo de carne se ficar grosso. (e mais farinho se achar que ficou ralo)

Pra acompanhar, várias coisas combinam.

Como eu queria um jantarzinho romântico, comprei pão italiano fatiados, e também fiz uma graça assando pedaços de uns Rapi10 que tava na geladeira (cortei em triângulos, coloquei azeite e um pouquinho de alecrim e deixei no forno uns 10, 15 minutos). Comeríamos com vinho, que suuuper combina, mas como estávavamos meio gripadinhos, fomos de Coca-Cola mesmo!rs

Fora isso sugiro um arroz branquinho, uma batatinha assada...Hummm!

Só sei que marido ficou feliz e satisfeito...e tava bem bonitinho, né? E gostoso que só!


Um brinde ao Clau, meu parceiro eterno. Meu amor.

quinta-feira, 1 de abril de 2010

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Pancakes com Geléia de Amora!




Buenas....vim aqui rapidinho pra dar uma receita rapidinha que vocês podem fazer no café, lanche da tarde, de sobremesa para as visitas, de lanchinho a noite...Enfim, é super coringa, e facílima de fazer, acreditem. O resultado é mais do que uma panqueca, já que como a massa vai fermento, ela fica quase uma massa de bolo, deliciosa demais. Vamos dizer que fica como um Waffle, manja? Mas não precisa de máquina nenhuma, apenas uma frigideira. Uma belezinha, né não?

E chega de lenga lenga. Vamos pra receita?

Primeiro eu sugiro que você faça a geléia.

Lembrando que essa massa é tão boa que vai com muita coisa. Apenas leite condensado, se só tiver isso. Mel. Brigadeiro. Doce de leite. Geléias prontas de qualquer sabor. Frutas variadas. Sorvete. Chantilly...e por aí vai.

Como eu tinha comprado lindas Amoras no mercado, eu tinha que aproveitá-las, né? E fica BEEEM bom. Não sei como vocês fazem geléia, mas eu faço a coisa mais básica do mundo. Lavo bem a fruta que vou usar, dou uma picadinha se necessário (no caso nem precisou), coloco numa panela com açúcar, um pouco de água, e umas gotinhas de limão. Deixa, deixa, deixa...até apurar. Feito, vamos para as Pancakes?


Ingredientes:

- 2 colheres (sopa) de açúcar
- 1 e 3/4 xícara de farinha de trigo
- 1 colher (sopa) de fermento em pó
- 1/2 colher (café) de sal
- 1 e 1/2 xícara de leite
- 2 ovos
- 2 colheres (sobremesa) de manteiga, levemente derretida
- 1/2 colher (chá) de extrato de bauninha. (se não tiver, faz do mesmo jeito, mas a baunilha dá um gostinho beeem especial!)

Bata todos os ingredientes no liquidificador (eu uso o mixer, que acho mais fácil de limpar!rs), até ficar uma massa homogênea. Feito isso aqueça um frigideira de tefal, com uma gotinha de óleo apenas, e ainda espalhe com um papel toalha, tirando o excesso. Coloque um tanto da massa, do tamanho que quiser, espere fazer bolhas, e vire. Doure o outro lado e retire do fogo!

Nessa hora o cheirinho já estará contagiando toda casa. Aí você coloca pancake, geléia, pancake, geléia, enfeita com umas frutinhas inteiras, faz um charme com um pouco de açúcar de confeiteiro, e ganha pontos com o maridão!

E como dizem as queridas do Rainhas do Lar (de onde eu tirei a receita das Pancakes): FOI LINDO!

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Tudo novo de novo!


Na boa? Eu não tenho nenhuma desculpa plausível pra ter sumido há tanto tempo. Afinal tempo livre é algo que falta para todos nós, não é? E os meus tempos livres, raros, são de extrema preguiça! Preguiça mesmo, total e assumida!

Mas confesso que me dói ter largado esse cantinho especial, mesmo porque eu continuo com minhas aventuras culinárias, e persisto em minha vida de Amélia...rs

Por falar em Amélia, nossa gatinha-filha Amélie é nosso maior tesouro...vocês não tem noção de como essa gata é especial e como nós a amamos. Fez 5 meses que ela está conosco e não consigo mais imaginar nossa vida sem ela. Sabe todas as coisas que você ouviu falar sobre gato? É tudo mentira. Eles são companheiros demais (imagina que ela fica me esperando na porta do banheiro, quando eu vou tomar banho), são comunicativos, brincalhões, extremamente fofos, e ainda são limpos...Ah, e podemos viajar tranquilamente por uns 3 dias que ela não se aperta! (e se for mais, é só vir alguém a cada 3 dias, dar uma olhadinha, ver areia, água, comida, e dar um pouco de carinho, né?)

Sim, eles são independentes, tem personalidade e não fazem nada que não queiram. Não fazem nada apenas pra nos agradar, então quando fazem sabemos que é de coração, e isso é lindo!

E por favor, que ninguém venha me dizer que estou traindo os cachorros (acreditam que já ouvi algo do gênero? Pois é?) Eu continuo os amando, e querendo muito poder ter um novamente, mas acho o FIM termos um animal apenas pra alimentar nossas carências. Temos que pensar, em primeiro lugar, no bem estar do nosso bichinho, e cachorros precisam de tempo. Levar pra passear, fazer companhia, banhos semanais, e assim vai...E eles são únicos e maravilhosos como são! Cada um com sua personalidade própria e jeito de ser. Cada um adequado para um tipo de vida, e a minha agora é corrida, e minha gatinha se adapta totalmente a ela!

Ufaaa...fiquei meses longe, mas quando voltei foi com a corda toda, né?

E na verdade eu devo estar falando com as paredes, afinal quem ainda tem coragem de vir aqui?rs

Vou tentar me comprometer a vir pelo menos (no mínimo, mínimo) uma vez por semana. Fechou? Então firmeza ;-)

Besos doces, com gostinho de trufa! hahahah (que bregaaaa)

P.S - Ahhh, e feliz ano novo pra todos nós!